Albert Schambeck

Albert Schambeck

Albert Schambeck era filho de Theresia Schambeck(«17/04/1835 - U25/04/1910), solteira e de Jacob Zahnweh. Nasceu em Haag - Regensburg - Alemanha, em 27 de agosto de 1871. Conforme consta na sua carteira profissional, na Alemanha sempre exerceu a profissão de moleiro, sendo recomendado por sua dedicação e zelo à profissão

Segundo relatam alguns de nossos parentes, veio para o Brasil (em data desconhecida) com sua mãe, Theresia Schambeck, já casada com Ignácio Brandl, e algum tempo depois retornou sozinho à Alemanha, onde casou-se com Maria Mesisinger. Por volta de 1904, de posse de um documento militar concedendo-lhe licença de dois anos (entre 4 de julho de 1904 até julho de 1906) para a América do Norte, acabou voltando ao Brasil (não se sabe o motivo), acompanhado de sua esposa e de seus dois filhos, Alberto e João.

Em Orleans, desde o início, residiu nos Campos Elísios, que na época era o centro da cidade (bairro hoje conhecido como Coloninha) na casa de Ignácio Brandl.

Ali nesta casa, desenvolveu suas atividades com armazém e hospedaria. Posteriormente assumiu o comando da Cervejaria Orleanense, que pertencia a Ignácio Brandl. Teve também um hotel em Florianópolis e um açougue em Lauro Müller.

Faleceu em Lauro Müller, em 17 de dezembro de 1919, tendo como causa mortis apoplexia cerebral (derrame).